Escultura inca é encontrada em oferenda submersa no lago Titicaca

Pesquisadores da Universidade Estadual da Pensilvânia, nos Estados Unidos, e da Universidade Livre de Bruxelas, na Bélgica, encontraram uma pequena escultura de lhama feita de conchas e um objeto cilíndrico folheado a ouro no lago Titicaca (Foto: Teddy Seguin/Université libre de Bruxelles/Antiquity)

Objeto em formato de lhama foi esculpido em um tipo raro de concha, encontrada na região entre a Bolívia e o Peru, sugerindo a importância do artefato para a sociedade da época

REDAÇÃO GALILEU
04 AGO 2020

Pesquisadores da Universidade Estadual da Pensilvânia, nos Estados Unidos, e da Universidade Livre de Bruxelas, na Bélgica, encontraram uma pequena escultura de lhama feita de conchas e um objeto cilíndrico folheado a ouro no lago Titicaca, entre a Bolívia e o Peru. Segundo o artigo publicado pela equipe no Antiquity, nesta terça-feira (04), os objetos estavam dentro de uma caixa de pedra esculpida.

Aquela região era muito importante para os povos tiwanaku e inca, que utilizavam o lago para realizar rituais e deixar oferendas. "As crônicas dos séculos 16 e 17 indicam que haviam várias oferendas submersas [pelos incas no lago]", contou Jose Capriles, um dos pesquisadores, em declaração.

Desde 1977, os especialistas sabem que a área era importante para os nossos antepassados, mas foi apenas anos depois que as investigações no lago foram intensificadas e surtiram efeito. "Desde 2012, a Universidade Livre de Bruxelas tem um programa de pesquisa cujo objetivo é localizar e inventariar o patrimônio subaquático do lago Titicaca", disse Christophe Delaere, coautor da pesquisa e membro da instituição belga. "Nossa equipe pesquisou sistematicamente as ilhas e recifes no lado boliviano do lago Titicaca."

Oferenda inca em forma de lhama é encontrada no lago Titicaca (Foto: TEDDY SEQUIN)

Em uma expedição mais recente os mergulhadores encontraram a caixa contendo a lhama. Segundo eles, embora corroído, o artefato estava bem fechado, o que preservou os objetos colocados alí dentro durante todos esses séculos.

A matéria-prima utilizada para fabricação da lhama indica que aquele era um objeto valioso. Isto porque, além da folha de ouro, a escultura foi feita com um tipo especial de concha chamada espondiliana — o local mais próximo que os incas poderiam ter encontrado o material é a costa do Equador, um tanto longe do Titicaca.

Encontrar esta caixa no Titicaca, portanto, mostra que o lago era um local realmente importante para os incas — algo que os historiadores já especulavam antes. Isso porque, como explicou Capriles, há evidências arqueológicas de que diveros edifícios monumentais existiram por ali. "A maior parte do que sabemos [sobre esta região] fora do conhecimento arqueológico veio dos espanhois", disse o especialista. "As indicações eram de que o lago Titicaca era um centro de peregrinação para os incas, mas também servia como ponto focal para alianças com outros grupos."

Para a equipe, sua descoberta evidencia ainda mais a importância das explorações arqueológicas no lago Titicaca, trabalho este que eles pretendem continuar realizando. "O mundo subaquático permanece em grande parte inexplorado e oferece excelentes oportunidades para entender as sociedades pré-históricas", comentou Delaere. "A herança subaquática do lago Titicaca ainda tem muitas surpresas para revelar."

Fonte: https://revistagalileu.globo.com/Ciencia/Arqueologia/noticia/2020/08/escultura-inca-e-encontrada-em-oferenda-submersa-no-lago-titicaca.html

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Restos arqueológicos hallados en Guayaquil

LA LÁPIDA DE PAKAL REPOSA DE NUEVO SOBRE EL SARCÓFAGO

ECUADOR: Santo Domingo reúne arqueología de 11 pueblos precolombinos