sábado, 25 de maio de 2013

Belize: Empreiteiro destrói pirâmide milenar para construir estrada

euronews

São mais de dois milénios de história deitados abaixo para a construção de uma estrada. Um empreiteiro precisava de pedra para a execução da infraestrutura e extraiu-a de uma das maiores pirâmides Maias de Belize, na América do sul.


A povoação Maia de Nohmul, local onde o monumento está situado, fica em terreno particular, mas a lei do país prevê a proteção do Estado a qualquer vestígio arqueológico pré-hispânico.
Para os arqueólogos a situação é dramática: “Ter de ver as imagens da destruição em Nohmul é, em muitos aspetos, provavelmente, um dos piores golpes que já senti, filosófica e profissionalmente, o que aconteceu tem tanto de deplorável como de imperdoável”, afirma Jaime Awe, Responsável pelo Instituto de Arqueologia de Belize.

Para as autoridades, o empreiteiro não podia confundir a pirâmide, que se destaca na paisagem, com uma rocha de origem natural. A polícia está a vigiar o local e a investigar o incidente.


Nenhum comentário:

Postar um comentário