Cultura Moche e o poderoso Senhor de Sipán


O Peru e as suas maravilhas. Nesse artigo você irá conhecer o Senhor de Sipán, guerreiro mochica do século III.

Para os turistas que querem conhecer mais sobre o Peru não podem deixar de visitar em Chiclayo, ao norte do país, a extraordinária Tumba do Senhor de Sipán no Museu que leva o mesmo nome.

O Senhor de Sipán foi um grande sacerdote guerreiro mochica do século III, seus restos foram achados perto da cidade de Chiclayo em Huaca Rajada pelo Dr. Walter Alva em 1987, assinalando um importante marco na arqueologia do continente americano, pois pela primeira vez foi encontrado intacto e sem sinais de saqueio um enterro real de uma civilização peruana anterior aos Incas.

Era uma pessoa de 1,65 m de altura, tinha aproximadamente 30 anos de idade e se calcula que morreu entre o ano 240 e 310 dC. Na tumba do Senhor de Sipán foram descobertas uma grande quantidade de peças de ouro, prata, pedras preciosas, objetos de cerâmica e madeira entalhada de valor inestimável. As pesquisas permitiram aos historiadores e arqueólogos conhecer novos aspectos da cultura Mochica.

O Senhor de Sipán foi achado num sarcófago de madeira (único caso da América), junto com oferendas e pessoas para acompanha-lo na sua jornada pós-morte. Ele estava com os pés cortados como símbolo de sua proteção eterna e acompanhados de um sacerdote Moche, três concubinas, um cachorro, duas lhamas, uma criança, centenas de cerâmicas e ornatos de cobre e ouro.


O Senhor de Sipán estava totalmente coberto de ouro, prata e cobre. O peito com pedras semipreciosas e com colares de ouro. Seu crânio descansava num grande prato de ouro.

Também foi enterrado com muitos objetos usados nos rituais da cultura moche, incluindo uma taça cerimonial que era usada para recolher o sangue das vitimas dos sacrifícios aos deuses, uma coroa de metal decorada com uma coruja e outros utensílios.

A tumba do sacerdote Moche indica que ele era o segundo na escala social, depois do senhor de Sipán já que estava protegido por um guardião e duas mulheres.
Todas as peças originais foram restauradas no Museu de Minz de Alemana (1988 – 1993) e atualmente estão sendo exibidas no Museu Tumbas Reais de Sipán de Lambayeque. Além do mais, a réplica da câmara funerária encontra-se amostra nas tumbas originais em Huaca Rajada.

Quatorze tumbas foram encontradas na Huaca Rajada e provavelmente existem muitas outras.

Conheça o Peru e seja parte de cada espaço importante que o país e o peruano têm para oferecer a todos.

Fonte: http://www.larevistapaila.com.br/a1 (janeiro de 2018)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Entrevista exclusiva com ADRIÁN ILAVE, historiador e artista peruano!

Confirman hallazgo de una “gran edificación” en las ruinas de Tiahuanaco en Bolivia

Imágenes históricas del hallazgo de Machu Picchu