Arte rupestre amazônica mostra habitantes vivendo com animais da Era do Gelo

Os desenhos feitos há cerca de 12 mil anos representam animais como preguiças gigantes, mastodontes, camelídeos, entre outros

REDAÇÃO GALILEU

01 DEZ 2020

Pesquisadores do projeto ERC LASTJOURNEY descobriram artes rupestres na Amazônia que fornecem evidências de que os primeiros habitantes da floresta tropical viveram ao lado de animais gigantes da Era do Gelo

Esta é uma das maiores coleções já encontradas na América do Sul. Os desenhos registrados, provavelmente feitos pela primeira vez entre 12,6 e 11,8 mil anos atrás, estão em rochas da Amazônia colombiana. As pinturas, identificadas durante levantamentos de paisagem, retratam formas geométricas, figuras humanas e impressões de mãos, bem como cenas de caça e pessoas interagindo com plantasárvores e animais da savana. 

As vibrantes imagens com tom avermelhado foram produzidas ao longo de um período de centenas ou, possivelmente, milhares de anos. Alguns são tão altos e inacessíveis que escadas especiais feitas com recursos florestais seriam necessárias para ver de perto, assim, os desenhos ficaram ocultos para qualquer pessoa que tenha passado pelo local.

As representações de animais como veados, antas, crocodilos, morcegos, macacos, tartarugas, serpentes e porcos-espinhos, remetem à megafauna da Idade do Gelo. O que confirma isso são os desenhos de criaturas semelhantes a uma preguiça gigante, mastodonte, camelídeos, cavalos e ungulados de três dedos com troncos. Todos esses animais nativos foram extintos, provavelmente por causa de uma combinação de mudanças climáticas, perda de seu habitat e caça pelos humanos.

Mark Robinson, pesquisador da Universidade de Exeter, na Inglaterra, afirmou em nota que "a arte é realmente incrível." "Os primeiros povos a viver na Amazônia ocidental se mudaram para a região em um momento de mudanças climáticas extremas, que estavam levando a mudanças na vegetação", explicou.

O especialista disse, ainda, que as pinturas dão um vislumbre vívido e emocionante da vida dessas comunidades. "É inacreditável para nós hoje pensar que elas viviam entre e caçavam herbívoros gigantes, alguns do tamanho de um carro pequeno."

Fonte: https://revistagalileu.globo.com/Ciencia/Arqueologia/noticia/2020/12/arte-rupestre-amazonica-mostra-habitantes-vivendo-com-animais-da-era-do-gelo.html

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Restos arqueológicos hallados en Guayaquil

LA LÁPIDA DE PAKAL REPOSA DE NUEVO SOBRE EL SARCÓFAGO

ECUADOR: Santo Domingo reúne arqueología de 11 pueblos precolombinos