III Simpósio Internacional de Arqueologia da Amazônia Ocidental, Geoglifos da Amazônia


O III Simpósio Internacional da Amazônia Ocidental: Geoglifos do Acre vai acontecer entre os dias 12 e 15 de agosto, em Rio Branco. O evento é uma iniciativa do Grupo de Pesquisa Geoglifos da Amazônia, da Universidade Federal do Acre (UFAC) e do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN). A abertura vai contar com a participação da presidenta do IPHAN, Jurema Machado.

O objetivo é reunir profissionais ligados à arqueologia e gestores do patrimônio para debater sobre a patrimonialização dos geoglifos, o processo de tombamento desses sítios, e as perspectivas e desafios da gestão dos bens em longo prazo.

No dia 14, haverá uma apresentação dos resultados do Estudo sobre os sítios tipo Geoglifo nos Estados do Acre, Amazônia e Rondônia, fornecida pela professora Dra. Denise P. Schaan da Universidade Federal do Pará. A realização do simpósio é do Grupo de Pesquisa Geoglifos da Amazônia. As inscrições são gratuitas e as vagas limitadas.

Sobre geoglifos
Os geoglifos são enormes recintos de formatos geométricos, circundados por fossos, que foram construídos e ocupados por populações indígenas. Hoje esses sítios arqueológicos constituem-se em um importante patrimônio cultural do estado do Acre, sendo representativos das modificações e aproveitamento da paisagem por parte dos grupos indígenas no passado.

Podem ser encontrados em várias partes do mundo. Os mais conhecidos e estudados estão na América do Sul, principalmente na região andina do Chile, Peru e Bolívia. No Acre, os pesquisadores já listaram mais de 250 sítios arqueológicos em estrutura de terra. Descobertos pelo pesquisador Ondemar Dias em 1977, os geoglifos do Acre são estudados a partir da ação de Alceu Ranzi, que os popularizou.

Serviços:
Local: Anfiteatro da Universidade Federal do Acre – UFAC
Data: 12 a 15 de agosto de 2014.
Mais informações podem ser obtidas pelos telefones (68) 8114-9667; 9994-5363, 3222-7290 ou pelo email geoglifos@gmail.com .

GEOGLIFOS E ARQUEOLOGIA AMAZÔNICA
A equipe organizadora do III Simpósio Internacional de Arqueologia da Amazônia Ocidental, que acontecerá de 12 a 15 de agosto na UFAC, já está nos preparativos finais do evento.

Com o tema “Geoglifos da Amazônia: Patrimonialização e Gestão”, o intuito é trazer o assunto à pauta para debater com gestores, pesquisadores, estudantes e a sociedade civil organizada sobre a patrimonialização dos geoglifos e as perspectivas e desafios da proteção e gestão desse patrimônio, que atualmente já somam mais de 400 sítios descobertos no Acre, Amazonas, Rondônia e Bolívia.

O evento contará com palestras de pesquisadores do Brasil e do exterior e é uma promoção da Superintendência Estadual do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – IPHAN/AC juntamente com o Grupo de Pesquisa Geoglifos da Amazônia Ocidental, coordenado pela pesquisadora Dra. Denise Schaan.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Restos arqueológicos hallados en Guayaquil

LA LÁPIDA DE PAKAL REPOSA DE NUEVO SOBRE EL SARCÓFAGO

ECUADOR: Santo Domingo reúne arqueología de 11 pueblos precolombinos