quarta-feira, 2 de setembro de 2015

Machu Picchu: a misteriosa cidade peruana completa 104 anos

A principal atração turística do Peru foi construída no século 15, mas só foi descoberta séculos depois, em 1911. O lugar é, até hoje, cercado de lendas e mistérios

Foto 01: A descoberta do santuário de Machu Picchu completou 104 anos em julho de 2015

Apontado como um dos lugares mais fantásticos do mundo para conhecer ao menos uma vez na vida, o santuário de Machu Picchu está situado nos Andes peruanos, a 112 quilômetros de Cusco e a mais de 2 mil metros acima do nível do mar. Construída no século 15, no vale do rio Urubamba, o lugar é conhecido como a "Cidade Perdida dos Incas", devido à localização remota e ao tempo que demorou para ser encontrado.

A redescoberta da cidade para o mundo se deu em 24 de julho de 1911, pelo professor e explorador norte-americano Hiram Bingham - possível inspirador do personagem Indiana Jones. A partir desse momento, as atrações das ruínas se transformaram em um dos destinos mais famosos da América do Sul, atraindo milhares de turistas em busca de respostas que nem os pesquisadores são capazes de esclarecer: qual seria a real função de Machu Picchu durante a existência do Império Inca?

Segundo os historiadores, a arquitetura do lugar foi planejada para a passagem do deus sol, mas, até hoje, estudiosos não desvendaram se isso é realmente verdade. Alguns arqueólogos estimam que o local foi um Santuário, uma Cidade Sagrada ou um importante centro político, religioso e administrativo da civilização. Devido ao importante legado histórico, desde 1983 Machu Picchu foi listado como Patrimônio Cultural e Natural da Humanidade. Em 2007, foi eleito uma das Novas Sete Maravilhas do Mundo.

Foto 02: O complexo é um dos mais impressionantes conjuntos arqueológicos do planeta.

Visitação
Hoje, os visitantes podem conhecer 30% do que um dia foi originalmente a cidade Inca, já que muita coisa foi deteriorada pelo tempo. O restante foi restaurado com blocos de pedra mais espaçados. Todo o complexo pode ser visitado e o ingresso pode ser adquirido antecipadamente no site oficial ou na cidade de Cusco, o que pode ser mais arriscado (há um limite de 2,5 mil turistas por dia). Veja aqui mais informações.

A melhor época para visitar esse impressionante conjunto arqueológico é entre os meses de abril e outubro, durante a estação seca. Entre junho e julho, por ser período de férias nos Estados Unidos e Europa, o lugar costuma receber uma quantidade maior de turistas.

Foto 03: Em 1983, a Unesco declarou Machu Picchu como Patrimônio Cultural e Natural da Humanidade

Em abril de 2016, as montanhas de Machu Picchu e Wayna Picchu estarão fechadas para manutenção. Segundo o chefe do Parque Arqueológico Nacional de Machu Picchu, o acesso será suspenso para facilitar os trabalhos de melhoria nas escadas, plataformas e muros de sustentação dos dois locais.

Fonte: http://www.pureviagem.com.br/noticia/machu-picchu-a-misteriosa-cidade-peruana-completa-104-anos_a8020/1

Nenhum comentário:

Postar um comentário