sábado, 17 de dezembro de 2011

Arqueólogos do México encontram esqueleto de quase dois mil anos

AFP

Da Redação, co AFP

Um esqueleto humano da civilização Maia, de quase dois mil anos foi encontrado por arqueólogos do Instituto Federal e Antropologia do México. São os restos mortais do sofisticado povo que viveu no período pré-colombiano em Mérida, capital do Estado de Yucatán, berço da cultura desse povo.

A descoberta do esqueleto, o primeiro do tipo a ser encontrado na cidade de Mérida, aconteceu durante a escavação de um povo no Parque Hidalgo. Junto ao esqueleto, havia uma vasilha com ossos carbonizados, que de acordo com os arqueólogos também seriam humanos.

Os Maias ficaram conhecidos pela sua arte, aquitetura, matemática, sistemas astronômicos e principalmente por sua língua escrita, sendo essa a única do mundo pré-colombiano que podia representar o idioma falado, com eficiência igual ao idioma escrito no velho mundo.

Fonte: http://www.acritica.net/index.php?conteudo=Noticias&id=52375 (08/12/2011)

Nenhum comentário:

Postar um comentário