sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Ibama e Iphan investigam existência de geoglifos em Rondônia

Entre os dias 9 e 14 de agosto o Ibama e o Iphan investigaram supostas formações geoglíficas com temática típica de antigos povos andinos que poderiam estar presentes no Estado de Rondônia, no Município de Alta Floresta do Oeste, mais precisamente nos arredores da Terra Indígena Massaco.

A bordo do helicóptero do Ibama, a equipe composta por dois servidores do órgão, um procurador da República e um servidor do Centro Nacional de Arqueologia, do IPHAN, sobrevoou as formações. Embora com dificuldades, a equipe conseguiu pousar em uma delas e realizar uma vistoria técnica. O laudo final será emitido pelo Iphan nos próximos dias.

A averiguação foi solicitada pelo Ministério Público Federal, que recebeu uma representação indicando a existência de geoglifos na região. Essa formações são figuras de grandes dimensões produzidas pelo homem no solo, tal como ocorrem no Acre e em extintas culturas andinas como Nazca e Paracas, embora sejam variedades distintas deste tipo de vestígio arqueológico.

Fonte: http://www.rondonoticias.com.br/?noticia,84087,ibama-e-iphan-investigam-existncia-de-geoglifos-em-rondnia- (26/08/2010)

Nenhum comentário:

Postar um comentário