terça-feira, 20 de julho de 2010

Homossexualidade era muito comum na América Pré-Colombiana

A revista Arqueologia Mexicana publicou em sua última edição uma série de artigos sobre práticas sexuais das civilizações pré-colombianas. Entre outras descobertas, grupos de arqueólogos revelaram que a Homossexualidade era algo comum e aceito em algumas sociedades que dominavam o México e a América Central antes da chegada dos conquistadores europeus.

Um dos segredos, que permaneceu oculto por mais de 500 anos, diz respeito ao sexo entre pessoas do mesmo sexo na civilização maia. De acordo com os antropólogos Stephen Houston e Karl Taube, relações sexuais entre rapazes faziam parte de rituais que marcavam a mudança da infância para a idade adulta.

"As relações entre pessoas do mesmo sexo eram próprias do tempo dos ritos de passagem, em que um menino se transformava em um homem. A Homossexualidade está presente em quase todas as culturas pré-colombianas, mas foi abordada de maneiras diferentes pelas diferentes civilizações."

Os artigos afirmam ainda que a aceitação da Homossexualidade deixou espanhóis, católicos e conservadores de queixo caído.

A revista cita também a descoberta de objetos de madeira usados como consolos, esculturas de divindades com características tanto masculinas quanto femininas e da masturbação como prática ligada à fertilização da terra.

Fonte: www.athosgls.com.br/ (19/07/2010)

Nenhum comentário:

Postar um comentário