quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Arqueólogos descobriram cães mumificados no Peru

Arqueólogos peruanos descobriram perto de Lima seis cadáveres de cães mumificados, ao que tudo indica, no século XV, enterrados junto do corpo de uma criança, uma descoberta que poderá contribuir para aprofundar os conhecimentos sobre as espécies caninas que viveram junto dos Incas, noticiou, ontem, a AFP.

Os cães mumificados foram descobertos há cerca de duas semanas, envoltos em panos, numa das pirâmides de Pachacamac, a cerca de 25 quilómetros a sul de Lima, adiantaram, à AFP, os arqueólogos no local. Os especialistas estão especialmente interessados no facto de estes cães não serem “cães nus”, a raça milenar sem pêlo originária do Peru, nem se aparentarem com os cães pastores encontrados também mumificados há cerca de 20 anos no sul do país, junto a Chiribaya.

“Os dentes afiados levam a crer tratarem-se de cães domesticados, utilizados também na caça”, explicou Enrique Angulo, médico veterinário que está a acompanhar as investigações. “Os cães mumificados estão em bom estado, com a pele e a mandíbula completas”, afirmou, por seu turno, o arqueólogo Jesus Holguin, que, apesar das análises já realizadas, ainda não conseguiu determinar a raça.

Análises mais profundas vão permitir confirmar se os animais foram sacrificados e mumificados para acompanhar a criança, também ela sacrificada, como deduzem os arqueólogos.

Fonte: http://jn.sapo.pt/blogs/osbichos/archive/2010/11/12/arque-243-logos-descobriram-c-227-es-mumificados-no-peru.aspx (12/11/2010)

Nenhum comentário:

Postar um comentário