sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

A arqueologia: uma prioridade cultural em México

México,(Prensa Latina)- Quatro novas zonas arqueológicas foram abertas em México ao público nos últimos seis anos como parte da política cultural do país, informou hoje o Conselho Nacional para a Cultura e as Artes (Conaculta).

O Atlas de infra-estrutura e patrimônio cultural de México recolhe 42 mil 614 lugares com vestígios arqueológicos distribuídos em todo o país, dos quais 180 são visitados a diário.

Ao respecto, Alfonso de María e Campos Castelló, diretor geral do Instituto Nacional de Antropologia e História (INAH), destacou que dantes de 2012 se abrirão ao público 10 novas áreas, das quais já quatro podem ser visitadas: Peralta (Guanajuato), Tehuacalco (Guerreiro), Chiapa de Corzo (Chiapas) e Bocana do Rio Copalita (Oaxaca).

Para a abertura destes lugares tiveram-se em conta três critérios: certeza jurídica no relativo aos predios sobre os que se assentam os monumentos arqueológicos, estabelecimento de um programa de investigação e a possibilidade de proporcionar melhoras econômicas à população que vive no lugar.

O diretor do INAH assinalou que o fato de que a abertura dos lugares arqueológicos estejam localizados em praticamente todas as regiões do país ajudará a elevar o número de visitantes nacionais e estrangeiros, cujas cifras refletem um aumento substancial entre 1998 e 2008.

De María e Campos precisou que o Atlas também recolhe o número de museus existentes no país, os quais sumam mais de mil, e deles o 63,66 por cento estão relacionados com a antropologia e a história.

Durante o atual ano especialistas do INAH têm realizado importantes achados arqueológicos e trabalhos de restauração, entre os que se encontra o conjunto arquitectónico do Templo do Fogo Novo, no Cerro da Estrela, em Iztapalapa.

Justo embaixo de um dos cerros, onde a cada ano se celebra o ritual A Paixão de Cristo, se encontra uma estrutura piramidal teotihuacana construída no ano 500 da era cristã.

Fonte: http://www.prensa-latina.cu/index.php?option=com_content&task=view&id=247460&Itemid=1 (16/12/2010)

Nenhum comentário:

Postar um comentário