domingo, 27 de fevereiro de 2011

Descoberta arqueológica surpreende e leva a repensar a história do Peru

Foto: AFP: A descoberta do túmulo de um governante de uma civilização pré-hispânica de há um milênio...

LIMA (AFP) - A descoberta do túmulo de um governante de uma civilização pré-hispânica de há um milênio abriu novas perspectivas sobre a história do antigo Peru, opinaram especialistas nesta quinta-feira.

Arqueólogos encontraram um complexo funerário formado por nove túmulos pertencentes à cultura Wari, anterior à incaica, e que teve sua época de esplendor entre os anos 600 e 1.200 de nossa era - uma civilização que se estendeu por grande parte da costa peruana e da região andina.

Entre as tumbas, escavadas na zona de selva do departamento de Cusco - antiga capital do império incaico -, sobressaem os restos de um personagem de estirpe, adornado de peças de ouro e prata, batizado de o Senhor de Wari.

"É uma impressionante descoberta Wari, em plena selva cusquenha, que abre um novo capítulo nas pesquisas arqueológicas, reescrevendo nossa história", disse Juan García, diretor regional de cultura de Cusco, ao fazer o anúncio.

"É um dos mais importantes achados, comparável a Machu Picchu, a fortaleza incaica, e ao Senhor de Sipán", descoberto no norte peruano em 1987, pertencente à cultura Moche, acrescentou.

O complexo funerário foi encontrado na cidadela arqueológica de Espíritu Pampa, na província amazônica de La Convención, distrito de Vilcabamba, em Cusco (1.100 km a sudeste de Lima).

Fonte: http://br.noticias.yahoo.com/s/afp/110224/mundo/peru_arqueologia_sociedade (24/02/2011)

Nenhum comentário:

Postar um comentário